Escola Secundária Braamcamp Freire

O LCV é um espaço para ti. Frequenta-o!

Pesquisar este blog

Meteorito nos Urais

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Na sexta feira dia 15, dia marcado para a passagem do asteróide 2012 DA 14 rente à Terra (a apenas a 27.600 quilómetros da Terra, menos de um décimo da distância a que estamos da Lua) e que foi descoberto o ano passado pela observatório de La Sagra, na Andaluzia, um meteoro atingiu a Rússia na região de Cheliabinsk, a este dos Montes Urais, às 9h30 locais (3h30 em Lisboa).

Estes acontecimentos são vulgares acontecerem mas muito difíceis de prever pois muitas rochas andam pelo espaço, vindas da Cintura de Asteróides situada entre Marte e Júpiter, e por vezes são atraídas pela gravidade da Terra mas felizmente não têm as dimensões deste - 15 metros de diâmetro e 40 toneladas, segundo Margaret Campbell-Brown, astrónoma da Universidade de Western Ontario, no Canadá.
O meteoro entrou na atmosfera a uma velocidade hipersónica, de milhares de metros por segundo, o que provocou um grande clarão e deixando um rasto de fumo à passagem, travando à medida que a densidade ia aumentando até chegar ao limite da velocidade do som (340 metros por segundo), altura em que ocorre uma explosão sónica. Nessa altura desfez-se e provocou várias ondas de choque.
As consequências foram mais de mil feridos e muitos vidros partidos e edifícios danificados.
No site do Público há várias imagens do que aconteceu.


Publicado por Armando Vivas


0 comentários:

 
Theme by New wp themes | Bloggerized by Dhampire